sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Dia da consciência negra

Hoje recebi o e-mail abaixo de uma companheira de luta, Valda Vilanova, educadora do Projeto Axé, que me fez refletir bastante. Não quero discutir a questão do feriado, pois geraria uma polêmica que desviaria o foco, mas fico me perguntando até onde vai a consciência do povo brasileiro e a sua afrodescendência?

"NÃO VAMOS DEIXAR PASSAR EM BRANCO ESSE 20 DE NOVEMBRO!

NESSE BRASIL NEGROMESTIÇO,757 MUNICÍPIOS e 8 ESTADOS DECRETAM FERIADO OU PONTO FACULTATIVO NO DIA 20 DE NOVEMBRO. PRECISAMOS LUTAR PARA TRANSFORMÁ-LO NUM FERIADO NACIONAL, ONDE TODO O PAÍS POSSA PARAR PARA ENTENDER O GRANDE SIGNIFICADO DESTE DIA,O QUANTO JÁ FOI CONQUISTADO E O QUANTO SE NECESSITA CONQUISTAR...SOBRETUDO NESTA ROMA NEGRA,CHAMADA SALVADOR".

Como reflexão deixo algumas perguntas:
  • Você sabia que o dia 20 foi instituito dia da consciência negra em oposição ao dia 13 de maio, quando, segundo os historiadores, não houve uma mobilização para a libertação dos escravos?
  • Que a data de 20 de novembro foi escolhida como o Dia da Consciência Negra por marcar a morte do maior ícone da história dos negros no Brasil. Nesse dia, em 1695, Zumbi dos Palmares foi morto após ter sido denunciado por um companheiro e capturado pelos portugueses, dando fim ao Quilombo dos Palmares, o maior do país, situado em Alagoas, que chegou a abrigar mais de 30 mil negros?
  • Que a lei nº 10.639, de janeiro de 2003 tornou obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira?

  • Que a Bahia é o estado com a maior proporção de negros no país. Ao todo, 10,8 milhões de pessoas - ou 78,8% da população baiana - se declararam pretas ou pardas na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios.


  • Que muitos angolanos vivem em condições sociais semelhantes a "escravatura"?

4 comentários:

Paloma disse...

Você ri da minha roupa
Você ri do meu cabelo
Você ri da minha pele
Você ri do meu sorriso...

A verdade é que você
(Todo brasileiro tem!)
Tem sangue crioulo
Tem cabelo duro
Sarará, sarará
Sarará, sarará
Sarará crioulo...

Ainda temos muito o que caminhar na busca da consciência de todas as cores!!!
Bom fim de semana!
bjss

Alba disse...

Querida,amiga,

Você sempre surpreendente nas suas provocações!
A sua convocação, é um convite a todos para que leiam sempre as entrelinhas e saindo do sensacionalismo apoiando-se na história para que possamos agir levando em consideração o cenário atual para propectar o futuro. Afinal, o mundo tem a cor que a gente dá para ele!

Um grande beijo, cheio de saudades para essa companheira de sonhos e realizações...

Adoro você, muitoooooooo!

Anônimo disse...

Querida,amiga,

Você sempre surpreendente nas suas provocações!
A sua convocação, é um convite a todos para que leiam sempre as entrelinhas, saindo do sensacionalismo, buscando o apoio na história para que possamos agir levando em consideração o cenário atual para propectar o futuro. Afinal, o mundo tem a cor que a gente dá para ele!

Um grande beijo, cheio de saudades para essa companheira de sonhos e realizações...

Adoro você, muitoooooooo!

PS: Delete o comentário anterior...

valda vilanova disse...

Obrigada pelo acolhimento carinhoso ao email que lhe enviei, querida Marília.
O feriado nacional,no Dia da Consciência Negra está garantido pelo Presidente,a partir de 2010...
O imortante é que nos conscientizemos que não há raças,mas uma raça: a humana!
Diferenças etnicas,são variações estéticas,amparadas por diferenças culturais que nos enriqueçem como seres humanos.
Uma Utopia? Provavelmente...mas uma utopia viável,se lutarmos para uma nova forma de olhar o mundo.Se entedermos que a raiz da discriminação se radica no campo do sentir,sendo preciso navegar por muitas águas para integrar esse sentir a uma nova forma de pensar e agir.
Forte abraço.
Valda