domingo, 29 de novembro de 2009

As diferenças entre angolanos e brasileiros existem é claro, mas somos sim, irmãos!

O fato de falarmos a mesma língua, e sermos colonizados por Portugal, não nos garante tantas semelhanças quanto a maioria das pessoas imagina. Para começar,é importante ter claro que o Brasil é tão múltiplo, diverso e plural que constantemente afirmamos que são muitos "brasis" em um só país. É fácil encontrar diferenças entre baianos e Gaúchos!!!! Isso me faz recordar a viagem com Dudinha a Gramado ano passado. Foram muitas as vezes que nos sentimos estrangeiras, por aquele lado... todos mexiam com Duda por minuto, pois os mulatos por lá, são raros.
Se analisarmos os tamanhos territoriais dos dois países e os números de habitantes, vamos nos surpreender. O Brasil ocupa uma área de 8.547.403 km2 no planeta Terra, já Angola tem quase 7 vezes menos, 1.246.700 km². No Brasil são quase 200 milhões de habitantes, em Angola, estima-se mais ou menos 17 milhões.
Estes são dados que não se contestam, mas o que é mesmo que tem me chamado atenção e me faz escrever sobre este tema?

Há muita crença de que somos povos muito semelhantes porque muitos angolanos foram transportados para o Brasil, como escravos, mas há muitos valores, crenças e costumes que são totalmente diferentes. Tenho me impressionado muito com alguns comportamentos do povo angolano. Eles são muito mais formais que nós, são bastante eloquentes na comunicação oral e tem uma força de vontade enorme para aprender. Isso é visível...Saltam aos olhos!!! Mas a forma como assumem compromissos, celebram a vida, festejam datas, cultuam os mortos, realizam rituais, dançam, rezam, vivem em família, convivem entre si, se dirigem aos mais velhos... são deles, das suas raízes, do caminho percorrido, do tempo e do lugar que habitam, com mudanças e transformações que os tecem com beleza e encanto, tornando-os únicos, singulares, especiais. E agora, estão iniciando um novo tempo...tempo que trará novas marcas... tempo ainda de instabilidades, mas que já coloca esperança no horizonte!!!!
Com este olhar que é meu (portanto qualquer um pode discordar)... concluo que temos sim muitas... muitas diferenças... cada país tem a sua história, cada povo tem as suas marcas e características e disso depende de tantos elementos, fatores e aspectos, que não é possível afirmamos apenas que somos diferentes, mas que estamos nos construindo sempre.
É claro, que nós brasileiros, nos sentimos atraídos por outros povos que falam a nossa língua, queremos encontrar as semelhanças, talvez até por sermos o único país das Américas a falar o português.
Hoje, graças aos avanços na comunicação e ao cultivo de um novo espírito de cooperação, temos a grata experiência de descobrir a singularidade de cada país independente do seu idioma, ao mesmo tempo em que celebramos  identidades coletivas que oras estão no idioma, oras nos sonhos e utopias, oras em uma causa. Desta forma seguimos em frente e assim  convivemos com muitos outros países que nos completam e que também tem muitas semelhanças e diferenças!
É... Brasil e Angola... o Atlântico nos une. E como sempre disse o meu pai, os dedos da mão estão juntos, mas não tem nenhum igual ao outro... assim são os irmãos... do mesmo pai, da mesma mãe, mas tão diferentes... eu diria também, assim são os países... no mesmo mundo... e todos irmãos! Aí é que está a beleza e a certeza do valor e significado de um convívio entre todas as nações. A RedSOLARE Brasil tem me dado esta alegria... já são quase 30 países em diálogo permanente na defesa da cultura da infância no mundo. Quero muito mobilizar Angola para fazer parte deste diálogo.

2 comentários:

rosalyconrado disse...

Oi, Lila!!
Concordo, mas, como vc diz, somos irmãos e eu mais ainda, com meu sangue africano de angola forte correndo nas veias... Bjos, Tia Rosa

Anônimo disse...

Salvador com Ba é um retrocesso só,mania de ir atrás de povos primitivos e atrasados,isso chama se decadência,é pra frente que se anda se o resto do Brasil ficasse nessA,o Brasil estaria bem ruim, ao invés de copiar povos evoluídos,ficam indo atrás de atraso,pelo amor...vejam povos que deram certo, eles ficam deitado em berço explendido e culpando diferença de raça pelo comodismo deles ,existe diferenças sim o censo mostra ,mas por isso n vão a luta e ficam ai batendo lata se vestindo de jamaicano africanos...veja o exemplo do presidente americano , criado no seio da familia branca americana,sem ranço, aqui n tem a acidez do racismo de lá e esses cara ficam criando polemica,a prova disso tdo que eu disse é que eles são maioria e isso aqui é uma merda!!!! com licensa da palavra...