terça-feira, 1 de junho de 2010

Partida, viagem e chegada.

Ontem bem cedo saimos de casa... horário corrido, família reunida, coração apertado, Dudinha me puxava de um lado e do outro o compromisso com o trabalho, colocava que tinha chegado a hora. A razão falou mais alto e lá fui eu, viver mais uma nova experiência profissional.
Depois das despedidas, entrei por inteira na atividade e fui tratar de colocar o foco no ritual de passagem.
Uma breve parada em São Paulo... meio como uma preparação para viver o simbolismo da mudança. É claro que fomos fazer a última refeição em terras nativas com tudo que tinhamos direito.

De "Bodão" viajamos e de tudo vivemos um pouco, desde goteiras até whisky como disgestivo e muitas ... muitas risadas, como boas estratégias de catarse.

Em terras angolanas começamos a identificar as novidades e surpresas. Um aeroporto transformado, da lona que deixamos quando saimos à um prédio novo cheio de glamour.
Mas o melhor mesmo foi depois de 2 horas e meia esperando a bagagem chegar em casa e ser recebida com muito... muito carinho. Isso não tem preço! Estamos literalmente em casa!

3 comentários:

mabel dourado disse...

Mana Querida!!!!!!!!!!!!

Vc é uma pessoa realmente muito especial e querida por todos.
Bjs
Mabel

Eduardo disse...

Ela merece!!! Que não se encanta com seus ideais, seu olhar apaixonante diante da vida, sua alegria, sua amizade verdadeira! Você é demais! Saudades!!! Só agora pude postar, entre uma troca de fralda e outra... Tô devendo a foto do sobrinho, que está cada vez mais gordinho e lindo! Já mando! Bjo, Ju

Marilia Dourado disse...

Irmãs queridas,
todas as vezes que me afasto de casa e da família, nestas viagens à trabalho, me dou conta do valor e do enorme significado deste suporte na VIDA da gente!
OBRIGADA SENHOR!